13/02/2019

Quer conhecer lugares diferentes? Essas 6 dicas vão te ajudar!

Viajar é um dos maiores prazeres na vida de muitas pessoas. Para a felicidade geral, realizar esse sonho tem ficado mais fácil. Afinal, a cada ano surgem estímulos para os viajantes, sejam novos sites dando dicas sobre o assunto, maneiras diferentes de gastar menos, se organizar melhor financeiramente etc.

Mas tudo isso acaba gerando também um pensamento: aquela sensação de estar indo para onde todos já foram e vendo apenas o que todos já viram. Você já sentiu isso? Que tal aprender a conhecer lugares diferentes? Confira nossas dicas e faça das suas viagens experiências únicas!

1. Acompanhe blogs de turismo

Uma boa ideia para ficar sempre por dentro de destinos pouco explorados é acompanhar os “viajantes profissionais”. Há diversos blogs que compartilham dicas diferenciadas sobre lugares e atrações. Muitos deles são de pessoas que ganham a vida viajando — por isso, você vai encontrar várias cidades que fogem das tradicionais.

Outra vantagem de ler o que os blogueiros de turismo escrevem é ter outras perspectivas sobre destinos mais visitados. Quem planejar ir a Paris pela primeira vez, por exemplo, verá a cidade de maneira diferente do que alguém que já a conhece. Com isso, quem acompanha os blogs pode conhecer programas além dos clássicos.

Seguindo essa dica, o ideal é ler vários posts e fazer um mix com as orientações de cada um. Cada viajante vê coisas diferentes e você pode montar uma viagem especial misturando os roteiros e conselhos que eles deram. Afinal, a ideia não é copiar algo de uma pessoa, mas conhecer outras experiências para montar uma personalizada.

2. Confira livros sobre o assunto

Além de blogs, os viajantes experientes também escrevem suas vivências em livros. Por isso, vale a pena ter alguns deles. A obra “mil lugares para conhecer antes de morrer” é um clássico nessa categoria. Não poderia ser diferente — com ela, você tem opções de destinos para todas as viagens da sua vida. Além de indicar cidades, o livro traz detalhes sobre o que cada uma oferece em termos culturais, gastronômicos, artísticos, entre muitas outras atrações.

Outro livro muito interessante para quem quer conhecer lugares diferentes é o “não conta lá em casa”. Ele é baseado em um programa de TV com o mesmo nome. Ou seja, está recheado de experiências diferentes de alguém que faz das viagens a sua profissão. Geralmente, esses apresentadores vão para locais muito diferentes e buscam o que poucos já viram. Assim, essa é uma ótima leitura.

Quer um guia completo com opções de destinos, sugestões para roteiro e ainda dicas essenciais sobre a época ideal para viajar? Você vai encontrar tudo isso no livro “grandes destinos”. Ele é dividido por categorias (como cultura, romance e aventuras), o que ajuda você a planejar a viagem perfeita de acordo com suas necessidades e desejos.

3. Pesquise na internet

O tema viagens é um mundo à parte. Além dos livros que citamos aqui e dos blogs de viajantes profissionais, há infinitas publicações sobre o assunto na internet. Desde sites especializados até páginas pessoais compartilhando experiências. Com algumas buscas é possível encontrar muita coisa ainda pouco explorada.

E temos uma dica especial: que tal pesquisar pelo olhar diferenciado de moradores estrangeiros? Falar com alguém que está morando em um lugar onde não nasceu permite que você conheça o local a partir da experiência de quem sabe a rotina, mas que ainda mantém uma relação de turista com a cidade.

Alguns brasileiros ao redor do mundo fazem disso um negócio, montando, por exemplo, roteiros personalizados para quem deseja conhecer pontos alternativos dos destinos internacionais. É possível encontrar o mesmo olhar sobre o Brasil, que está cheio de estrangeiros explorando pontos pouco tradicionais de nossos destinos mais procurados. Viajar em baixa temporada é uma boa dica nesse ponto.

4. Procure por destinos culturais

Quem tem a vontade de fugir do mais comum e conhecer lugares diferentes aproveita uma grande vantagem: entrar em contato, de fato, com a cultura de outro povo. Pense bem: fazer programas turísticos em cidades conhecidas não deixa muita oportunidade para acompanhar o cotidiano do local.

Quem planeja uma viagem tradicional para a Disney, por exemplo, dedicará seu tempo aos parques e às compras. Da mesma forma, quem viaja para uma praia famosa busca relaxar e curtir a programação turística da região. Ainda que tenha contato com alguns costumes locais, é difícil se aprofundar na cultura.

Mas, se o seu desejo é ter uma experiência diferente da maioria, é preciso escolher o que muitos não escolhem. Que tal optar por uma cidade histórica ou por um local menos badalado de determinada região?

Em vez de montar um roteiro turístico, você pode conhecer as coisas com mais tranquilidade, passear pelas ruas, conversar com moradores e explorar novos pontos — como museus, restaurantes locais, praças de bairro etc. Alguns aplicativos podem ajudar no desafio de mergulhar na cultura local.

5. Organize-se financeiramente

Agora vamos para requisitos práticos: conhecer novos lugares requer organização, principalmente financeira. Ter dinheiro para viajar tranquilo é essencial se você sonha em ir para destinos diferentes. Por isso, planejar os detalhes da viagem e montar uma reserva é fundamental.

Uma das melhores estratégias para viajar com frequência é separar uma parte da sua renda para isso. Poupar determinado valor todos os meses garante que você faça viagens muito interessantes uma vez (ou até mais) por ano. Quem deseja fazer isso tem um ótimo aliado: o clube de turismo. Você paga o título e tem disponível diversas opções de hospedagem, além de descontos em passagens internacionais e serviços.

Faz parte da organização financeira acompanhar os preços das viagens. O valor cobrado pelas companhias aéreas, por exemplo, varia muito. Por isso, é importante ficar de olho. Além disso, é preciso montar um orçamento de acordo com o seu roteiro e com os custos previstos para cada destino.

6. Mantenha a documentação em dia

Por fim, um cuidado essencial na hora de viajar é ter todos os documentos exigidos. Viagens nacionais são mais simples nesse ponto — em geral, não é preciso muita coisa além do seu documento de identidade. Mas fique atento para exigências de vacinação em algumas regiões do país.

Já quando for viajar para destinos internacionais é preciso buscar informações tanto sobre vacinas quanto outros documentos. O básico deles é o passaporte. Em alguns países, é indispensável também conseguir o visto. Outros podem fazer exigências específicas, principalmente quando se trata de locais pouco visitados. Então, procure saber sobre isso antes de começar o planejamento.

Conhecer lugares diferentes é uma experiência incrível! Ir além do que as outras pessoas vão normalmente, explorar alternativas que fogem do combo turístico tradicional, voltar para casa cheio de histórias para contar... O que você está esperando? Siga nossas dicas e planeje uma viagem única!

E então, gostou deste artigo? Que tal contar com nossa ajuda em todos os seus roteiros? Assine a newsletter do blog e fique sempre informado sobre viagens!


 

 

,