01/11/2018

Planejar viagem com a família é mais fácil do que você imagina

Está pensando em viajar? Que tal contar com um passo a passo certeiro para facilitar o planejamento?

Viajar é algo extremamente prazeroso. Quando os companheiros na aventura são as pessoas que amamos, tudo fica ainda mais especial. E as maravilhas disso começam antes mesmo de chegar ao destino. Ao planejar uma viagem com a família, vocês já estão vivendo as alegrias do momento.

Embora envolva algumas burocracias e tarefas importantes, o planejamento é também a hora de criar boas expectativas e sentir aquela ansiedade gostosa que antecede as melhores experiências. Quer saber como aproveitar esse período e garantir que tudo corra bem? Confira as dicas que trouxemos neste post!

Planeje-se com antecedência

Quanto mais cedo você começa a planejar sua viagem em família, mais fácil é fechar bons negócios. É possível, por exemplo, juntar o dinheiro necessário até a data de embarcar. As condições para comprar passagens e adquirir ingressos de atrações também são melhores.

Além disso, a antecedência evita dores de cabeça. Afinal, deixar o tempo passar e ter que decidir as coisas com pressa pode fazer você escolher mal o destino, errar no melhor período para a visita, pagar mais por algum serviço e até esquecer algum preparativo importante.

Para evitar esses contratempos, organize um checklist para a sua viagem o quanto antes. Veja quanto de dinheiro a família tem disponível, liste os locais desejados para conhecer e pense em tudo que é necessário para partirem. Depois disso, você tem tempo para pesquisar passagens e hospedagens.

Coloque os custos no papel

O que torna o planejamento da viagem uma realidade é o orçamento. Conhecer um país do exterior pode ser um grande sonho até você se deparar com os gastos que ele traria. Por isso, colocar todos os custos no papel é fundamental para conhecer suas possibilidades e limites.

A viagem dos sonhos pode ficar para o futuro enquanto vocês aproveitam destinos mais baratos, que tal? Ao pesquisar opções de lugares, passagens, hotéis e passeios, é possível montar um plano financeiro bastante real e definir as prioridades. Viajar sem isso é um grande risco para o seu bolso e sua tranquilidade.

Não deixe de considerar outros custos relevantes, como o aluguel do carro, se vocês fizerem essa opção. Também há gastos ao escolher transportes alternativos, como ônibus ou táxis. A alimentação e as compras são outros elementos que não podem faltar no orçamento ao planejar uma viagem com a família.

Organize os documentos

Qualquer viagem vai exigir alguns documentos básicos. Até mesmo em um bate e volta de carro você precisa estar atento para regularizar os documentos do veículo e de cada membro da família. No caso de destinos internacionais, esse ponto merece atenção especial.

O principal documento que você precisa levar nesses casos é o passaporte. Em alguns países, também será necessário obter o visto para permitir a entrada. Pesquise ainda sobre a necessidade de apresentar a carteira de vacinação.

E atenção: pode acontecer de algum documento não ser necessário no seu destino final, mas ser exigido no país em que vocês farão uma conexão. Conheça os detalhes do itinerário e tire todas as suas dúvidas com a companhia aérea antes da data da viagem.

Pense em atrações que envolvam todos os integrantes

Planejar uma viagem com a família requer um esforço maior na organização. Quando se está de casal ou com amigos da mesma faixa etária fica mais fácil montar uma programação única. Já quando falamos de viajar com os filhos ou pais é preciso pensar em atrações que agradem a todos.

A dica para não cometer erros e não correr o risco de alguém voltar insatisfeito é envolver todos os participantes da viagem na etapa do planejamento. Isso vale desde a escolha do destino até o levantamento de saídas interessantes por lá. E, claro, pesquisem bastante para conhecer todas as opções que o local oferece.

Geralmente, as viagens com crianças têm o ritmo ditado por elas. É necessário considerar o cansaço e o pouco interesse dos pequenos em determinadas atividades. Fica difícil, por exemplo, encher o dia com muitas atrações. Além disso, alguns programas, como visitas a museus, não são muito atrativos dependendo da idade.

Quem viaja com crianças aproveita muito os benefícios de se hospedar em hotéis com boa estrutura para esse público. Isso dá um descanso para os pais e faz com que os filhos de divirtam mesmo sem sair para passeios. O desafio, entretanto, é não deixar as atividades para adultos de lado — você também precisa se divertir, não é?

Esteja preparado para emergências

A expectativa é que tudo dê certo na viagem. Mas para garantir que isso aconteça, é essencial estar preparado para os contratempos. É claro que ninguém deseja que aconteça algo do tipo, mas se resguardar não faz mal. Levar remédios que são de uso comum, por exemplo, é muito útil.

Dessa forma, você não tem que perder o tempo de um programa para procurar uma farmácia em que possa comprar comprimidos para dor de cabeça ou gripe. Levar álcool em gel ou lenços umedecidos também é importante, principalmente para higienizar as mãos ou objetos das crianças.

Além desses cuidados, vale a pena andar com uma mochila ou bolsa nas quais possam ser guardados casacos, peças de roupa extra ou lanches. Nem sempre a programação vai ser cumprida à risca, por isso, é bacana ter algo para comer enquanto não chegam ao restaurante ou hotel.

Outro fator que garante segurança para todos os familiares é o seguro viagem. Ele é essencial quando o destino é no exterior. Como vocês estarão em um país diferente, contar com esse suporte caso precise de atendimento médico facilita muito as coisas.

Com esse passo a passo para planejar uma viagem com a família você já pode pensar nas férias com mais tranquilidade. Envolva todos na organização e garanta que tudo saia conforme o esperado. É possível economizar bastante tempo e dinheiro seguindo nossas dicas!

E então, gostou deste post? Aproveite para curtir a nossa página no Facebook e acompanhar todas as publicações!

,